'Abençoado', Rafael Moura é o trunfo tricolor para voltar a vencer clássicos

'Abençoado', Rafael Moura é o trunfo tricolor para voltar a vencer clássicos

 

Em sete jogos na temporada, Fluminense acumula três derrotas e quatro empates. He-Man, porém, já marcou contra Flamengo, Vasco e Botafogo

 

Clássico. Uma palavrinha de oito letras que causa incômodo nas Laranjeiras. Na atual temporada, o Fluminense ainda não conseguiu derrotar seus principais rivais cariocas. Em sete jogos, quatro empates e três derrotas. A próxima chance de quebrar a incômoda escrita será no domingo, diante do Flamengo, às 16h (de Brasília), no Engenhão, pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro. E o clube das Laranjeiras tem um trunfo especial para acabar de vez com a chata rotina: Rafael Moura.

 

De volta ao Tricolor no início da temporada após passagem apagada em 2007, o He-Man respondeu com gols a desconfiança inicial dos tricolores. Ao todo, já foram 19, o que faz dele o vice-artilheiro da equipe no ano, atrás apenas de Fred, que tem 20. O que chama atenção, no entanto, é o fato de Rafael Moura já ter balançado as redes de Botafogo, Vasco e Flamengo. E segundo o camisa 10 das Laranjeiras, a fama de goleador de clássicos é antiga.

- Sou abençoado nesse sentido. Pelo Atlético-PR, fiz gol no meu primeiro clássico contra o Coritiba. No Goiás, marquei diante do Atlético-GO. Sei lidar muito bem com a responsabilidade. Por isso acho que anotei gols na maioria dos clássicos da minha carreira - disse Rafael Moura.

Rei do Engenhão: 15 gols em 18 jogos

Rafael Moura em 2011
38 jogos
19 gols
15 gols no Engenhão
2 gols no Botafogo
1 gol no Vasco
1 gol no Flamengo

Sem ser titular há um mês, quando iniciou a partida contra o Atlético-GO, em Volta Redonda, o atacante terá a missão de substituir Fred, convocado para a Seleção Brasileira, diante do Flamengo. Mas, antes dos gols, o principal objetivo do He-Man é ajudar o Fluminense a vencer um clássico na atual temporada. A última vitória diante dos rivais cariocas foi na reta final do Brasileirão 2010, contra o Vasco, por 1 a 0, gol de Tartá, em novembro.

- É claro que incomoda o fato de ainda não termos vencido um clássico. Tomara que isso acabe domingo e com um gol meu. O Fla-Flu é um jogo que, por si só, já é muito importante. Temos os dois últimos campeões brasileiros em momentos parecidos, com o mesmo número de pontos... Realmente vai ser um jogo eletrizante - analisou.

Além de se destacar em clássicos, Rafael Moura também tem um ótimo retrospecto no Engenhão, local da partida de domingo. Em 18 jogos em 2011, o atacante marcou 15 gols, com média de 0,83 gols por partida.

Data Partida Competição Gols
06/02/2011 Fluminense 2 x 3 Botafogo Campeonato Carioca Rafael Moura 2x
13/03/2011 Flamengo 0 x 0 Fluminense Campeonato Carioca -
27/03/2011 Fluminense 0 x 0 Vasco Campeonato Carioca -
24/04/2011 Fluminense 1 (4) x (5) 1 Flamengo Campeonato Carioca Rafael Moura
10/07/2011 Fluminense 0 x 1 Flamengo Campeonato Brasileiro -
21/08/2011 Vasco 1 x 1 Fluminense Campeonato Brasileiro Rafael Moura
27/08/2011 Fluminense 1 x 2 Botafogo Campeonato Brasileiro Fred

- Realmente me sinto bem jogando no Engenhão. Espero ajudar sempre que as oportunidades surgirem. É disso que atacante vive - frisou.