Em coletivo antes da estreia, Adriano brilha, faz três gols e anima o Timão

 

Mostrando desenvoltura, Imperador marca até de cobertura em treino com os reservas. Domingo, contra Atlético-GO, ele deve entrar no segundo tempo

 

Em seu primeiro treino coletivo "pra valer", Adriano brilhou. Às vésperas de sua estreia pelo Corinthians, domingo, contra o Atlético-GO, às 16h, no Pacaembu, pelo Campeonato Brasileiro, o Imperador fez três gols e empolgou, em atividade que durou cerca de uma hora, nesta terça-feira pela manhã, no CT Joaquim Grava.

O coletivo não contou com os jogadores que foram titulares contra o Vasco, domingo, em São Januário, mas era considerado pela comissão técnica como o "grande teste" para a estreia do Imperador. No time dele atuaram profissionais como Chicão, Moradei, Weldinho, Ramirez e Nenê Bonilha, misturados a jogadores juvenis. Adriano ficou isolado no ataque, marcado pelos zagueiros Wallace e André Vinícius.

 

A primeira parte do treino foi em campo reduzido pela metade - um exercício comum para se exercitar a movimentação e aproximação - e durou 20 minutos. Adriano teve atuação discreta e arriscou apenas um chute a gol. Nessa parte do coletivo, houve empate em 1 a 1 - gols de Nenê Bonilha para o time do Imperador, que estava de colete amarelo, e Bruno Octávio para a equipe sem colete.


Foram 40 minutos de trabalho. Apesar de não ter muita mobilidade pelos lados, como fazia no ápice de sua forma, o jogador exibiu toda sua qualidade técnica.Já na segunda metade, com a orientação da comissão técnica para usar todo o campo, Adriano teve um desempenho bastante superior e mostrou que tem condições de atuar com qualidade em parte do confronto diante do Dragão.

Na primeira bola que recebeu em condições, ele fez um golaço. Com passe de Nenê Bonilha, antes mesmo de entrar na área, o centroavante acertou um belo toque de pé esquerdo por cobertura em Danilo Fernandes. Em seguida, outra vez com toque de Nenê, dominou marcado e finalizou com estilo, rasteiro, no canto direito do goleiro.

Com o passar do tempo, Adriano cansou e, como Ronaldo fazia nos jogos do Corinthians, recuou para atuar como um armador. Mesmo assim, conseguiu dar bons passes para os companheiros, que desperdiçaram todas as chances. No fim, ainda anotou mais um, em cobrança de pênalti. O garoto Wesley fecharia o placar a favor do time do Imperador por 5 a 1.

A semana, aliás, continuará pesada para o centroavante ganhar potência e perder alguns quilos que acumulou durante a recuperação. À tarde, ele fará um trabalho de força com o departamento de fisioterapia. Na quarta e na quinta-feira, outra vez ele treinará em dois períodos. A carga só irá ser reduzida para uma seção na sexta-feira e no sábado.

adriano corinthians treino (Foto: Wagner Eufrosino / Globoesporte.com)