Panos quentes no Fla: Isaías e Veloso permanecem nos cargos

Panos quentes no Fla: Isaías e Veloso permanecem nos cargos

 

Em reunião com Patricia Amorim, dirigentes esclarecem desentendimento. Clube anuncia punição ao gerente, mas volta atrás em mudança da nota oficial

 

 

Em reunião com a presidente Patricia Amorim na tarde desta segunda-feira, na Gávea, o gerente Isaías Tinoco e o diretor executivo de futebol do Flamengo, Luiz Augusto Veloso, colocaram panos quentes no desentendimento que tiveram na sexta-feira. Os dois seguem na cúpula de futebol. Resta saber como será o relacionamento no dia a dia, já que o bate-boca deixou feridas que precisarão ser cicatrizadas.

Depois da discussão, Isaías Tinoco chegou a pedir demissão. Um alto integrante da diretoria já tinha previsto que o episódio terminaria em pizza. Pizza com sabor amargo para Isaías.

A primeira versão da nota oficial emitida pelo clube era dura com o gerente, que foi chamado de supervisor. Isaías "será punido pelo ato de indisciplina" por ter faltado "aos treinamentos de sexta-feira e sábado e não acompanhou a delegação à capital paulista". O comunicado foi redigido pela assessoria da presidência na presença de Patricia Amorim, mas sem a participação de Isaías, que deixara a sede mais cedo.

Informado e questionado sobre o teor da nota pela reportagem do GLOBOESPORTE.COM, alegou que não tinha lido, mas deixou transparecer um ar de desaprovação. O dirigente entrou em contato com a assessoria para saber quem redigiu a nota, e seguiu contrariado.

A crise começou a se desenhar na quarta-feira, teve desdobramento na quinta e atingiu seu ápice na sexta, quando Veloso e Isaías tiveram uma ríspida discussão. Isaías não comparaceu aos treinos de sexta e sábado, e não viajou com a delegação para São Paulo. O dirigente ficou incomunicável até esta segunda-feira, quando foi convocado para a reunião com Patricia.

- O que dói é a porrada de um amigo. Existem outros episódios. Não foi um fato apenas. Isso começou há uns seis, sete meses. Não dá para ficar apanhando a toda hora - afirmou Isaías ao jornal Extra.

Na reapresentação da equipe nesta terça-feira, os dois se reencontrarão. Dessa vez, em vez do gabinete presidencial, os dois estarão à beira de campo.

Confira a íntegra da nota oficial do Flamengo:

Em reunião realizada na sede da Gávea nesta segunda-feira (03.10), o supervisor de futebol Isaías Tinoco pediu desculpas à presidente Patricia Amorim por sua conduta inadequada no último final semana, quando faltou aos treinamentos de sexta-feira e sábado e não acompanhou a delegação à capital paulista.

Durante a conversa, a dirigente ponderou a possível reconciliação do supervisor com o departamento de futebol visto a relação de confiança e os serviços prestados ao clube ao longo dos últimos anos.

Em seguida, a presidente encaminhou Isaías ao departamento de futebol onde o mesmo desculpou-se com a comissão técnica através do diretor-executivo Luiz Augusto Veloso. O supervisor permanece no cargo, mas será punido pelo ato de indisciplina.